domingo, 22 de julho de 2018

Descoberta arqueológica revela o portão da cidade onde Jesus curou um cego

Uma recente descoberta arqueológica tem acendido os ânimos dos arqueólogos em várias partes do mundo, em especial o segmento conhecido entre os teólogos cristãos como arqueologia bíblica. Se trata do portão da cidade de Betsaida, onde Jesus Cristo curou um cego utilizando sua própria saliva.
A passagem está registrada no livro de Marcos, capítulo 8, dos versos 22 ao 26, narrada em detalhes a seguir:
"E chegou [Jesus] a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse. E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente".

Além de relatar um dos milagres realizados por Jesus Cristo, a citação de Betsaida marca algo muito importante, pois ela registra um ponto histórico e geográfico precisos quanto ao episódio, dando ainda maior credibilidade ao texto, inclusive para os céticos.
A nova descoberta, localizada nas colinas de Golan, foi o fruto de escavações feitas há 30 anos no local,  lideradas pelo Dr. Rami Arav, coordenador do Projeto Betsaida. Ele e outros 20 arqueólogos encontraram o antigo portão da cidade de Betsaida, onde também viveram os apóstolos Pedro, André e Felipe, conforme o livro de João 1:44.
Na antiguidade Betsaida era conhecida como "Zer", segundo o livro de Josué, capítulo 19, no verso 35, como está escrito: "As cidades fortificadas são Ziddim, Zer, Hammath, Rakkath, Chinnereth".
"Não há muitos portões deste período. Betsaida era o nome da cidade durante o período do Segundo Templo, mas durante o período do Primeiro Templo foi a cidade de Zer", disse o Dr. Arav.
Além do portão da cidade, outras descobertas como moedas de ouro, jarros, chaves de casa e até o escudo de um soldado romano também foram encontrados no mesmo local, reforçando ainda mais a coerência dos eventos narrados pela Bíblia.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...